Caro amigo,

Desde que eu soube dos seus sentimentos não tenho feito outra coisa a não ser punir-me, diariamente, por não poder retribuí-los. Não é você… e não, não sou eu também. Nem sei ao certo dizer o que é, talvez seja por pura teimosia, ou por tolice, quem sabe uma maldição de família, quebranto, macumba, carma, destino, ou uma malandragem do cupido, mas loucura certamente não é. Ninguém seria louco o suficiente a ponto de negar um amor como esse, que manda mensagem da sala de espera do dentista pra dizer que lembrou e que mesmo a todos esses quilômetros de distancia consegue se fazer presente quando a gente mais precisa. Que se declara a cada oportunidade sem esperar nada em troca, que consegue ver beleza em detalhes que eu mesma não fazia ideia de que podiam ser percebidos. Toda essa coisa que você me dá, assim, de graça é muito mais do que qualquer mulher poderia querer e não pense que eu gostaria que outra pessoa fosse assim, ou que se você fosse diferente em algo eu poderia vir a te amar. Eu não mudaria nada em você, você é o que é e parece estar nessa vida como uma mensagem do universo, um luminoso com letras de neom dizendo “O AMOR EXISTE, MAS NÃO É PARA VOCÊ”.  Eu nunca vou ser capaz de explicar o porquê e acredite, eu gostaria! Tudo que eu mais queria era ter motivo pra não sentir isso por você! E por mais bonito que seja o seu sentimento, por favor, pare! Pare de senti-lo, de alimentá-lo e de declará-lo a mim. Tire-me desse altar, olhe para os meus defeitos, critique minhas manias, ignore minhas sentimentalidades, não retribua minhas demonstrações de carinho, não se esforce por mim, não tenha assunto, não peça do meu dia, não me peça como fui naquela prova que eu te falei no mês passado que faria, se melhorei da dor de cabeça, se eu ainda tenho ouvido aquela banda que você me apresentou,  não me mande notícias dos meus seriados, filmes, atores, livros, bares e escritores favoritos. Por favor, seja como os outros e me deixe amar você, pois aí sim eu terei uma explicação, uma não! Várias delas, idiotice, burrice, e todas as imbecilidades possíveis e existentes nessa vida que me fazem querer esse vazio de sentimentos que recebo todos os dias.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s