O texto que segue vem do blog http://aperteoalt.blogspot.com.br/ e sempre que leio me arranca suspiros … 

 

Alba

Não sei se já falei, desculpe.
Prefiro repetir-me a deixar de falar.

É que por todo esse tempo, ou melhor, todo esse tempo, dediquei a pensar em você, sem saber se você, afinal, tem qualquer ideia disso.

Também não sei dizer se faria diferença, soubesse ou não. Algumas palavras que pensei dedicar somente aos seus ouvidos nunca tiveram oportunidade de chegar à boca; deixei, então, que chegassem à ponta dos dedos, ainda que tímidas, contorcendo-se para serem publicáveis, legíveis: gemidos, exceto quando muito bem ilustrados, tendem a ser ridículos; e, convenhamos, não tenho qualquer traço de Manara passeando por minhas mãos.

Se depois de tanto ainda é difícil que entenda, que ouça, mais do que o cansaço por fazer-me ouvir urge a vontade de ser compreendido, mesmo que preterido: é melhor ser claro do que viver à eterna sombra de uma possibilidade, de uma aspiração: não acredito no acalento da dúvida, enxergando-a, antes, como opção covarde.

Por isso coloco-me inteiro em suas mãos. São seus o que penso, o que sinto, o que sou, o que posso vir a ser. Não precisa me responder, se não houver nada a ser dito. Em nome do carinho que sei sentir por mim, sendo só o que sente, peço que me poupe de ouvir que sou um ótimo sujeito, ou algo que o valha. Em troca, prometo não constranger perguntando se leu.

Se o que houver nos próximos dias for apenas silêncio, juro guardá-lo como certeza preciosa de que nos entendemos; e saber que nele se resume tudo o que palavras não podem expressar.

Anúncios

Deixe um comentário

19/07/2013 · 22:39

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s